Afinal, como é possível avaliar a iluminação natural de um imóvel?

  • Home
  • Curiosidades
  • Afinal, como é possível avaliar a iluminação natural de um imóvel?

A iluminação natural é um fator muito importante para qualquer imóvel, pois traz mais bem-estar, mantém a casa livre de mofo e melhora o conforto visual durante o dia. Esse é um fator decisivo para muitas pessoas na hora de comprar ou alugar um imóvel.

No entanto, muitos ainda têm dúvidas sobre como é possível determinar se um imóvel é bem iluminado pelo sol. Se esse é o seu caso, não se preocupe! Nós preparamos este post para ajudar você, é só continuar a leitura.

Como avaliar a iluminação natural do imóvel

1. Saiba a posição do sol

É importante saber em qual direção o sol nasce e se põe, em relação à sua casa ou apartamento. De acordo com a posição das janelas, você saberá quais os pontos da casa que recebem mais luz solar em cada horário do dia.

Além do sol, também é importante avaliar se há algum obstáculo. Quem mora em casa ou sobrado muitas vezes acaba recebendo menos sol devido à existência de prédios altos na área. Isso significa também que o imóvel é mais frio, porém não quer dizer que seja uma má opção.

2. Verifique as janelas

A posição das janelas é muito importante para saber se há uma boa incidência de sol na casa, além de ser necessário verificar o tipo delas. Janelas grandes, com vidros claros, são as melhores para que a casa fique bem iluminada. Se o vidro da janela for escuro ou fosco, o ideal é deixá-lo aberto durante algumas horas todos os dias.

Janelas pequenas dificilmente proporcionam um bom conforto visual, pois a luz acaba ficando mais concentrada. Quando as janelas são maiores, a luz é mais difusa e agradável.

 3. Pergunte aos vizinhos

Antes de comprar ou alugar uma casa, o ideal é visitá-la várias vezes, em diferentes horários, para avaliar todos os aspectos que forem importantes para você, como barulho na rua e incidência de sol. No entanto, é quase impossível verificar todos os horários para ter certeza que o imóvel é um bom negócio; neste caso, o ideal é falar com vizinhos.

No caso de prédios, procure falar com aqueles que morem no mesmo andar e com o apartamento virado para a mesma direção que o seu, pois a experiência dos demais pode ser bastante diferente da sua.

4. Perceba seu conforto visual

Contar com uma boa iluminação natural é indispensável para quem preza por reduzir os gastos com a energia elétrica e prefere usar somente a claridade do dia para suas tarefas. Por isso, é importante ver se é possível ficar com as luzes apagadas e ter conforto visual.

Caso o apartamento fique claro demais, você pode instalar cortinas leves, que filtrem o excesso de luz, sem perder a utilidade da luz natural. Para quem não gosta de muita luz em alguns horários do dia – logo ao amanhecer, por exemplo –, o ideal é instalar uma persiana e deixá-la aberta nos demais horários.

Se seu imóvel não tem um aproveitamento tão bom de luz solar, procure pintar as paredes de tons mais claros ou substituir janelas. Tijolos de vidro, por exemplo, são uma opção perfeita para obter uma iluminação mais difusa e confortável.

Este post sobre iluminação natural foi útil para você? Então que tal compartilhá-lo nas redes sociais para que seus amigos possam ler também?

Deixe um comentário

Share This